O que não fazer em Cinque Terre

Genteeee! Que experiência foi essa em Cinque Terre. Se ainda não viu, vem ver o vídeo no YouTube.

Mas sabe, pensando bem e já tendo passado alguns meses, até que não foi tão ruim. Mas vou contar aqui quais foram meus erros para vocês não fazerem a mesma coisa.

Primeiro erro: Ficar pouco tempo!

A pior coisa em qualquer viagem é fazer as coisas correndo. E foi isso o que eu fiz em Cinque Terre. Chegamos em um dia e partimos no outro. Ou seja, só gastamos tempo e dinheiro com hospedagem. Lá são cinco vilarejos: Monterosso, Vernazza, Corniglila, Manarola e Riomaggiore. Dessas só conseguimos visitar Manarola e Riomaggiore.

Como não cometer o mesmo erro: reserve pelo menos uns 3 dias para ficar na região. No primeiro dia, você pode passar por todos os vilarejos e ver quais deles gostaria de passar mais tempo. No segundo, você pode (e deve!) fazer o passeio de barco de onde você verá as Cinque Terre do ângulo mais bonito, e no terceiro, você pode voltar para algum dos lugares que mais gostou.

Segundo erro: Não fazer o passeio de barco!

Você não deve estar entendendo nada, afinal eu acabei de falar que o passeio de barco é obrigatório para ver a Cinque Terre do ângulo mais bonito, porém, por conta do meu primeiro erro (falta de tempo) eu acabei não fazendo o passeio de barco. Então, o que eu vi do lugar foi legal, mas nada muito especial. Eu queria mesmo era ver todas aquelas casinhas coloridas construídas nos penhascos. E sem o passeio de barco, isso não rola!

Como não cometer o mesmo erro: reserve um dia para fazer o passeio de barco. Como eu não fiz, não me lembro exatamente dos valores, mas era algo em torno de 35,00 Euros por pessoa (ou mais).

Terceiro erro: Ir na época errada!

Pensa em uma pessoa que tem frio! Essa pessoa sou eu. Então, apesar de termos ido no fim de setembro e ainda no verão Europeu, lá não é tão quente como aqui no Brasil. Resumo, estava muito vento e como chegamos já no fim da tarde, eu fui visitar os vilarejos literalmente com blusa de frio!

Como não cometer o mesmo erro: vá na época certa, ou seja, no alto verão. Porém, na alta temporada dizem que fica bem cheio, então, tenha muita paciência…

Mais uns detalhes sobre Cinque Terre

Com toda a pesquisa que eu fiz antes de ir e também com a experiência de ter ido pra lá, conto pra vocês alguns últimos detalhes sobre o lugar:

  • Tente se hospedar em La Spezia e ir até às Cinque Terre de trem;
  • Só lembrando que cada viagem de trem custa 4 Euros. Desceu em um vilarejo, tem que pagar para ir para o outro (apesar que não vi ninguém fiscalizando isso). Eu achei bem caro! Tem o Cinque Terre Card que você pode usar o dia todo sem limites, custa uns 16 Euros mais ou menos.
  • As praias não são como as do Brasil, que você consegue ficar na areia. Pelo que vi por fotos, o único desses cinco vilarejos que tem praia é Monterosso (e bem nesse eu não fui…)
  • A Via Del’Amore permanece fechada, você só consegue percorrer por um trecho. Mas até que valeu a pena passar por ela mesmo que só até uma certa parte.

Eu realmente espero que esse post tenha ajudado e que a sua experiência em Cinque Terre seja melhor do que a minha!

Bjs!

IMG_2953
Mar de Manarola
IMG_2976
Mar de Riomaggiore

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s