Veneza: o que fazer em 1 dia?

Muita gente se pergunta se é possível conhecer Veneza em tão pouco tempo e eu digo que testei e deu certo: um dia inteiro em Veneza e você consegue conhecer muita coisa e já se apaixonar (ou não) pela cidade.

Hospedagem

Hospedar-se em Veneza pode ser muito caro, então, vai de gosto e de bolso. Apesar de todo o romantismo que deve ser se hospedar por lá, preferimos pagar bem menos e ficar na cidade vizinha: Mestre. Vantagens: preço bom, perto, não precisamos caminhar por Veneza com malas. Desvantagens: não é romântico, tem que pegar um ônibus para chegar na estação de Veneza (mas é rápido e bem barato). Aproveita e faz sua reserva de hotel com a gente.

Locomoção

Chegamos na estação Mestre por trem vindo de Florença. Foi tranquilo, não muito caro (uns 30 Euros por pessoa). De lá, andamos cerca de duas quadras e chegamos ao nosso hotel. Para visitar Veneza, era fácil. Só pegar um ônibus em frente ao hotel até à entrade da cidade de Veneza. (cerca de 3,00 Euros ida e volta).

Já em Veneza você pode se locomover de duas formas: a pé ou pelos canais, com o vaporetto, lanchas e gôndolas. O vaporetto, que seria o ônibus da cidade, é bem caro, cerca de 7,50 Euros e dá direito a andar 75 min (20,00 Euros por 24 horas). Depois desse tempo, tem que comprar outro bilhete. Por isso, não optamos por ele. Há também os táxis (lanchas), que sinceramente não vi o preço, mas que são ainda mais caros, por causa da exclusividade.

E por fim, as gôndolas! A gôndola, na verdade, é a maneira mais romântica de dar aquela voltinha por Veneza! Custa 80,00 euros meia hora. Sim, é caro, mas é um passeio que eu não dispensaria por nada!

De resto, andamos todo o tempo a pé. Conhecemos vários becos e passamos por inúmeras pontes. Foi uma experiência maravilhosa! Sempre com o GPS na mão para depois poder voltar de onde viemos, afinal, a gente se perde muito por lá.

Passeando de Gôndola por Veneza – Foto: Viaje Caju

Quando ir

Fomos em setembro e o tempo estava agradável. Não havia chovido muito recentemente, o que foi ótimo, pois quando chove demais a cidade alaga e aí fica difícil andar pelas praças e pelos becos. Se estivesse muito seco, também não seria legal, pois aí, as gôndolas não conseguem circular. Ou seja, vai um pouco da sorte e dessa vez deu tudo certo pra gente! Por isso eu diria que sua experiência em Veneza, se vai amá-la ou odiá-la, está diretamente relacionada ao clima que você pegar por lá.

O que fazer

Agora, vamos a alguns passeios clássicos em Veneza:

  • Andar de gôndola. Dica: tente pegar a gôndola nos canais pequenos pois são mais tranquilos. Eu queria muito uma gôndola que passasse pela “Ponte dos Suspiros”, mas a que a gente pegou não passava. Por um lado foi bom, pois lá é sempre um trânsito de gôndolas e eu não queria isso.
  • Visitar a Piazza San Marco. Mesmo que você não queira, vai acabar passando por essa praça, afinal ela é a principal da cidade. Lá tem a Igreja de São Marco, o Palazzo Ducale, o Café Florian, entre outras coisas. É um lugar bem legal e dá para tirar lindas fotos.
  • De todos os lugares que tem para visitar na Piazza San Marco, o único que fomos foi o Caffè Florian. Esse café existe desde 1720 e grandes pensadores da época, tais como Lord Byron, Charles Dickens e Goethe frequentavam ali. A decoração é ainda daquela época. É bem clássico.
  • Ponte dos Suspiros. A ponte tem esse nome por causa dos prisioneiros condenados que passavam por ela em direção à prisão, e suspiravam, pois, seria a última vez que veriam Veneza. Hoje, ela é uma atração para muitos casais apaixonados e diz a lenda que o amor será eterno, se der um beijo quando passar por ela.
  • Ponte de Rialto. Você vai passar por inúmeras pontes por Veneza, mas essa é a uma das mais famosas da cidade. Ela fica bem em cima do Grande Canal e apesar de ser bem lotada, dá pra tirar fotos bem legais, se tiver um pouco de paciência. Por lá, há muitos restaurantes e cafés, fora lojinhas para comprar souvenirs.

Isso foi tudo o que fizemos em Veneza. Se estiver com mais tempo, vale visitar Murano e Burano, cidades vizinhas onde famosas pelas esculturas de vidros e fábricas de vidros. Apesar que em Veneza, você consegue comprar várias lembracinhas de Murano, mas visitar as fábricas deve ser ainda mais legal. Da próxima vez, quero ir!

Aproveita e dá uma olhadinha nas fotos e no vídeo do Youtube!

Até o próximo post!

Detalhes da Igreja de San Marco – Foto: Viaje Caju
Escultura em vidro de Murano – Foto: Viaje Caju

Anúncios

2 comentários

Deixe uma resposta para viajecaju Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.